Conselhos preciosos aos futuros top models
21/05/2015 12:13

Em entrevista à Veja São Paulo, Dilson Stein deu 10 dicas preciosas para quem quer decolar na carreira de modelo. Acompanhe:

1. Menos glamour, mais foco

Existe o glamour na profissão, mas isso vem depois de muito trabalho. “O foco é essencial. Gisele, Alessandra e Carol abriram mão de namoradinhos na adolescência porque precisavam trabalhar”, conta. Aulas de interpretação, idiomas e passarela são bem-vindas.

2. Checar credenciais de agências

Se uma agência entrou em contato, use a internet ao seu favor. “Cheque todas as informações do lugar. Pergunte quem são as pessoas”, aconselha. “Muita gente já tentou se passar por mim, por exemplo, por isso, se ficou na dúvida, ligue para a empresa para saber se realmente tem algum recrutador na cidade”, explicou.

3. Não faça book

Desconfie de quem já exige o book. “Um candidato não precisa dele em um primeiro momento”, diz. Segundo Stein, o que as agências pedem são fotos tipo Polaroid e o mais natural possível. “É até melhor mandar aquelas caseiras. Sem maquiagem, sem penteados. Eles vão analisar os traços e eles precisam estar destacados”, explica. Só depois de aprovada, a candidato precisa pagar pelo book.

4. Tenha atitude

Tenha atitude e mostre-se interessado. “É preciso mostrar convicção”, diz. Nada vem de graça. Para entrar no mercado, existe um custo e até mesmo as modelos precisam fazer investimento financeiro.

5. Aja com naturalidade

Não adianta tentar impressionar. Quem trabalha com o negócio sabe muito bem o que ele exige e sabe o que procura em uma candidata. “Quanto mais natural, mais fácil do scouter enxergar o jovem e saber se ela tem condições ou não de seguir em frente”.

6. Não basta ser pai…

Os pais também precisam participar da carreira. O papel da família é sempre abordado por Stein em suas palestras. “Os pais precisam entender também do mercado e dar suporte para o candidato, seja emocional ou financeiro, quando preciso”.

7. Saber ouvir “nãos”

Levar não faz parte, ajuda a crescer e ser respeitado dentro do mercado. “Isso não significa que a pessoa não serve para a profissão. E a família também precisa aprender a lidar com a situação”. Stein afirma que todas as grandes modelos receberam “nãos”. Aquelas que conseguiram evoluir com as negativas são as que vão atingir seus objetivos.

8. Sem deslumbramento

Mantenha os pés no chão e não se encante com o glamour. “Já vi muita menina talentosa e bonita acabar com a carreira porque se deslumbrou com baladas ou trocou a profissão pelos namorados”.

9. Sucesso exige tempo

Tenha paciência. Com raríssimas excessões (Thairine é uma delas), as modelos vão fazer sucesso aos 13 anos. “O trabalho leva, em média, três anos para se efetivar”, diz. A modelos só fica madura quando completa 16, se o trabalho durante o período anterior for bem feito. “Aí, sim, ela pode sair de casa. Ir morar em São Paulo ou outra cidade no mundo. Antes disso, não”.

10. Cuidar da alimentação

O mercado impõe alguns padrões como quadril por volta dos 88 ou 89 cm e é preciso ter entre 1,70 m e 1,80 m. “Por isso, é preciso cuidar da alimentação. E de forma saudável, porque ninguém vai contratar menina com cara de doente”, diz.”

E você, tem mais alguma dica? Compartilhe nos comentários!

Fonte: Veja São Paulo